Cuiabá e VG registram 56 roubos contra motoristas de aplicativos

André Souza

G1-MT

Cuiabá e Várzea Grande, na região metropolitana da capital, registraram 56 casos de roubos contra motoristas de aplicativo, segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp-MT). Os dados fazem referência aos registros feitos até maio deste ano.

De acordo com Sesp, no período analisado Cuiabá teve 35 registros de roubo, enquanto Várzea Grande teve 18 casos.

Em comparação com os mesmos meses do ano passado, o número de casos aumentou 30,2%. Na ocasião, foram registrados 29 casos em Cuiabá e 14 em Várzea Grande.

O governo também quantificou os casos de homicídio doloso e latrocínio contra os motoristas de janeiro a maio. No período, apenas Várzea Grande teve um caso de cada crime registrado.

Em março, Anderson Marcelo Lopes Caldeira, de 28 anos, morreu depois de ser baleado na cabeça. Pouco tempo depois, cinco assaltantes foram presos suspeitos de participar do roubo que terminou na morte do motorista.

De acordo com a polícia, os presos integram uma facção criminosa especializada em roubos de veículos na Grande Cuiabá.

O grupo aliciava adolescentes para dirigirem os veículos e também para praticar os assaltos. Os automóveis eram levados para a Bolívia e, em seguida, trocados por droga.

Projeto contra violência

Na semana passada, mais de 120 motoristas de aplicativos receberam orientações preventivas de segurança, puderam conhecer alguns procedimentos de segurança que podem garantir a segurança de motoristas e passageiros.

No evento, os motoristas foram apresentados a uma nova ferramenta de segurança para auxiliar os motoristas de aplicativos: o Projeto Sentinela.

Em um grupo de aplicativo de mensagens, os motoristas participantes do projeto vão poder compartilhar informações sobre situações de risco, fazer denúncias – o que não excluí a necessidade de informar a ocorrência primeiramente via 190, do Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *