Em clássico equilibrado, Inter e Grêmio empatam e decisão fica para a Arena

Da REDAÇÃO

 

 

Internacional e Grêmio empataram neste domingo por 0 a 0 no Estádio Beira-Rio pela primeira partida da final do Campeonato Gaúcho. Em uma partida marcada muito equilíbrio e marcação forte, os goleiros quando chamados para intervir mantiveram a igualdade. Pelo lado colorado as boas atuação de Edenílson e Nico López, enquanto no Tricolor Gaúcho a dupla de zaga Geromel e Kannemann foram perfeitos e na frente o atacante Everton sempre deu trabalho aos defensores vermelhos.

A segunda partida da final será na quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), na Arena. Caso ocorra um novo empate por qualquer escore a decisão do título será nas penalidades. Quem vencer no tempo normal fica com a taça do Gaúcho.
Antes da partida o volante Edenílson recebeu uma placa comemorativa pelo centésimo jogo que realizou neste final de semana com a camisa vermelha. Muito pegado o começo do clássico com forte marcação de ambos os times. Aos 06, Rithely recebeu de Iago e ajeitou para Nico, que arriscou. A bola passou perto da meta de Paulo Victor. O Tricolor Gaúcho ficou mais tempo com posse de bola.

Uma chegada perigosa do Grêmio, aos 15, Cortez passou sem dificuldades por D´Alessandro, invadiu a área e cruzou, mas não tinha ninguém para finalizar. Aos 18, Rithley, lesionado, é substituído por Rodrigo Lindoso. A equipe gremista concentra todas as suas jogadas no setor defensivo direito do Inter. Aos 21, Alisson recebeu da intermediária passou por Patrick e soltou a bomba. A bola explodiu no travessão.

Com objetivo de evitar as subidas de Cortez, Odair colocou D´Alessandro pelo lado esquerdo, enquanto Nico López foi para o lado direito. Aos 31, Patrick tirou Maicon do campo com um corte e cruzou para Guerrero. O peruano desviou, mas Paulo Victor evitou o gol vermelho. O Colorado conseguiu equilibrar as ações do jogo.

Na etapa inicial o Grêmio começou melhor o confronto, porém o Internacional conseguiu equilibrar a partida. As defesas estão levando a melhor sobre os ataques.

O começo de segundo tempo mostra os dois times errando muitos passes. Aos 03, Leandro Vuaden usou o VAR para uma possível cotovelada de André em Rodrigo Moledo, mas o árbitro mantém a decisão de dar cartão amarelo para o centroavante gremista. Muita reclamação por dos atletas colorados que queriam a expulsão do jogador do Grêmio.

Muito truncado o Gre-Nal com muitas jogadas no meio-campo, porém sem nenhuma profundidade. Aos 20, Jean Pyerre recebeu de Matheus Henrique, passou por Edenílson, limpou e bateu. A bola passou perto do gol de Lomba. Aos 21, Everton deixou Zeca na saudade, invadiu a área, driblou Moledo e chutou. Lomba segurou firme.

Depois dos 20 minutos, o Tricolor cresceu na partida e assustou a meta vermelha. Finalmente os donos de casa criaram uma grande chance de abrir o placar, aos 29, Guerrero tocou para Nico que, dentro da área, soltou a bomba. Paulo Victor salvou o Grêmio. Aos 34, Nico recebeu de Parede e soltou a bomba. O arqueiro defendeu. No rebote Guerrero chutou, e Paulo Victor pegou mais uma.

Por sua vez o Internacional melhorou no jogo e parou nas mãos de Paulo Victor. Aos 42, Nico cobrou o escanteio na cabeça de Patrick, que buscou o canto de Paulo Victor, mas a bola saiu. Aos 42, Nico López tentou um gol de placa e buscou encobrir o arqueiro gremista, mas sem sucesso.

Apesar das tentativas das duas equipes de abrirem o marcador o resultado permaneceu fechado. Pelo que ambos fizeram em campo o empate acabou sendo justo.

 

Gazeta Esportiva (foto: Lucas Uebel)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *