Internacional garante vitória na Libertadores segura frente ao Alianza Lima

 

Da REDAÇÃO

 

Aplicando o estilo de jogo intenso e com grande envolvimento coletivo que foi um verdadeiro marco em 2018, o Internacional conseguiu um triunfo de suma importância frente ao Alianza Lima-PER na segunda rodada da Copa Libertadores. Recebendo os peruanos no estádio Beira-Rio, o Colorado ganhou por 2 a 0 com os dois tentos sendo marcados pelo atacante uruguaio Nico López, o grande nome do Colorado e, porque não, da partida.

Agora, o Colorado é líder isolado da chave com seis pontos ganhos enquanto o Alianza Lima, com somente um ponto e saldo de -2, ocupa a lanterna.

Focado e organizado, a equipe do Inter não demorou para demonstrar ao Alianza todo o seu poderio em casa. E, se aos dois minutos Iago ficou em condições de marcar e não o fez por boa defesa de Pedro Gallese, aos oito minutos Nico López foi muito bem para limpar a marcação e bater forte para abrir a contagem no Gigante.

Não conseguindo furar a marcação do Colorado por baixo, foi começando a jogada pelo alto que o Alianza conseguiu levar perigo pela primeira vez. Aos 14 minutos, depois da bola ficar viva dentro da pequena área, Gonzalo Godoy bateu a queima roupa e Marcelo Lomba fez uma defesa sensacional evitando o empate dos peruanos.

Aos 19 minutos, em lance bem semelhante ao primeiro tento, Nico López recebeu a bola perto da grande área e, depois de segurar bem a posse, bateu contando com um desvio no zagueiro adversário para colocar a bola no extremo canto esquerdo de Gallese.

Aos 27 minutos, logo depois de tentar apertar a saída de bola do Alianza Lima, Patrick levou a mão a coxa e caiu no gramado do Beira-Rio. O meio-campista até tentou continuar em campo, mas precisou ser substituído três minutos depois para a entrada do jovem Nonato.

Já na parte final da primeira etapa, Edenílson chegou muito bem a linha de fundo e, depois de cortar bem a marcação, cruzou na medida para Pottker que tentou tocar para as redes, mas apenas encostou nela e o goleiro do Alianza Lima fez a defesa.

Na frente do marcador e também bastante confortável em campo, o Inter demonstrava bastante propriedade tanto quando mantinha a posse de bola trocando passes com bastante paciência como também quando deixava com que o Alianza Lima saísse com a posse sem tanta eficiência.

Percebendo que não sofria qualquer tipo de pressão mediante a dificuldade que o oponente tinha de formular oportunidades de perigo contra seu gol, ficou evidente que o Inter optou por conduzir o duelo sem se desgastar em excesso.

Com direito a promover a entrada do experiente D’Alessandro no lugar de Pottker para dar um novo gás de criatividade ao meio-campo do Colorado, algo que motivou as chegadas de Rodrigo Dourado, de cabeça, e em chute de Sobis. Nas duas oportunidades, Pedro Gallese foi bem e fez intervenções seguras.

Lance (foto: Ricardo Duarte/arquivo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *