MilanFlex

Foto: Divulgação

Da Redação

Aportou na Sétima Vara da Justiça Criminal de Mato Grosso, o Ofício 1253, da DEFAZ – Delegacia Fazendária, supostamente com cópia de inquérito de uma investigação contra Jandir Milan e Diniz Fernando Pereira, por fraude em licitação pública para o fornecimento de móveis de escritório. Segundo a coluna já apurou, a investigação se baseia na acusação de que Milan utilizava a empresa laranja de um funcionário seu (Diniz) para fornecer seus próprios móveispara órgãos públicos e, pasme, até para as empresas do Sistema Fiemt, do qual foi presidente. Segundo o Departamento Jurídico de Nó de Cachorro, Milan e seu funcionário agora são oficialmente réus na Vara comandada pelo juiz Jorge Luiz Tadeu em processo cuja parte autora é o MPE e a vítima a “Administração Pública”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *