“Neymar pode deixar o PSG”, diz Leonardo

GOAL.COM

Diretor esportivo do PSG, Leonardo afirmou em entrevista concedida ao Le Parisien, nesta segunda-feira (08), que o clube aceita negociar Neymar. Entretanto, o brasileiro garantiu que apesar de conversas superficiais com o Barcelona, principal interessado no retorno do meia-atacante, nenhuma oferta concreta chegou a Paris.

“Neymar pode deixar o PSG se chegar uma oferta que for boa para todos”, disse. “Mas até agora ainda não sabemos se alguém que contratá-lo ou por qual preço. Essas coisas não ficam prontas em um dia, disto eu tenho certeza”.

PUBLICIDADE

Leonardo ainda confirmou a vontade do jogador em deixar o Parque dos Príncipes, mas também reiterou que o clube espera o jogador se reapresentar para os treinos de pré-temporada. Nesta segunda-feira (08), o PSG emitiu nota em represália à ausência do astro, que justificou – através de seu pai – a ausência por causa de eventos do instituto que leva o nome do jogador.

“Está claro [que Neymar quer sair], mas no futebol você diz uma coisa hoje e outra amanhã. É incrível, mas é assim que acontece. Nós conversamos com o seu entorno também. Todos estão sabendo de tudo. A situação é clara para todos os participantes, mas uma coisa hoje é certa: ele ainda possui três anos de contrato conosco e já que não recebemos uma oferta não podemos discutir alguma coisa”.

“O PSG quer jogadores que desejam ficar e construir algo grande. Nós não precisamos de jogadores que achem que estão fazendo um favor ao clube ao permanecerem (…) Ainda não recebemos ofertas, mas é verdade que tivemos contatos superficiais [com o Barcelona]. Eles disseram que querem comprar, mas não somos vendedores”.

“Ele não esteve aqui no treino. Ele tinha que chegar e não chegou, mas ele tinha que estar aqui”, afirmou sobre a ausência de Neymar. “Nós vamos estudar o que teremos que fazer, já que faríamos isso com todos os nossos contratados. Ele assumiu comprometimentos com o seu instituto e um patrocínio, mas não foram datas acertadas com o clube. Mesmo assim, jogou o sue último jogo em 6 de junho. As férias eram até 8 de julho e ele não veio (…) A única coisa que eu sei é que ele não estava aqui na data combinada, 8 de julho”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *